Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Triste sina

por Henrique Monteiro, em 19.10.20

sina1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018


1 comentário

Sem imagem de perfil

De trouxerato a 19.10.2020 às 15:44

Venha chuvaA Europa entre o Império de um partido e outras duas potencias da tua "triste sina"A triste sina da calamidade por cá é uma história mal contada inventada entre os Yankees da USA, a China e a doutora Europa e, depois dos ingleses se distanciarem dela e da geringonça, que graças ao virus talvez a Bárbara tenha em conta que através do referendo que se deu o brexit, broxit a moda inglesa com espiões que tratam doenças envenenadas para na russia não haver cura,(morte certatanto para chineses e para os yankees na verdade a Europa para o zé ficar mais distante e o português dá o que pode por muito que tente também fica projudicado com todo turismo que o rodeiapara essa calamidade viral ficar mais tranquilo se cada cabeça cada sentença nos desse a vacina correta na hora certa sem cativar tanto estudo a saúde e se graças ao covid (por exl:)poucos acreditam que nas ciências caem do céu e lá por os estarem inscritos numa faculadade de ensino subir assim tanto que mal se formam piram se pró estrangeiro e tanto Bárbara como a calamidade surge por cativações que se fizeram no SNS sem lares para os velhotes e que de ligeslatura passadas dificil com foi a de andar a pagar aos troikos agora o português em vez de um raboçado na pensão de reforma vão ficar com o estomago mais aconchegado quando forem ver que entre o défice e a despesa ficou por terminar positico para bancos pelas contas do BCE da doutora Europasegundo, concordar com o apanhar com a Bárbara isso é que nos leva aos arameso peso da carga d´água que aí vem depois do final concertado aos melhores tratamentos a ter para a geringonça aranjar crises assuciadas aos animais económicos que talvez até ibernem conforme aquentam a fome com a vontade de comer para que o enrequecimento elicito venham lá as tempestades que vier mais tarde ou cedo vai dar m@rdassaAndames como as tempestades, de legislarura em ligislatura imendamos a posturapara a Bábara e por mais siclones que venha temos o professor de Belém, a Ana Gomes, o Aventurado, o Leão domesticado pelo Cent€no cheio de carraças e calamidades com a Tap e novo novo banco etcqual é a depresão mais que vai deitar o zé abaixoAndem muitos satélitos no ar e até parece que quando chove é quando o Mexias querA calamidade foi inventada por um "Deus" da chinha e Bárbara pelo diabonão concordo, vejo mais que três satélitos neste episódio por além de depresões climáticas andar a ser empurrado para um fossogrande admiração, o Zé, depois de tanta calamidade ter que aguentar com Bábarabebe um bom tinto amigogrande chovada que aí vem mais o azar que tem como fome sem fartura do regulador só ter andado olhar para a despesa imendadndo o défice dos outros grande Zé que nesta Europa não haverá tempestade que lhe bate o pépor acaso aqueles que se pensam em reformar mais cedo, se for no privado a receber subcidio também Zé vais te reformar mais cedo por causa da Bárbara se nimguém sabe se vai aquentar com elavenha chuva por o Mexias já anda a vender energia limpa aos chineses, o que seria a triste sina se não chovesse para certa gente

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog