Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Os sacos de pancada

por Henrique Monteiro, em 04.03.19

sacos.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018


1 comentário

Sem imagem de perfil

De toxerato31desertor a 04.03.2019 às 10:13

Ora bem, segundo a associação de Juízos, hoje em dia e por causa deste episódio, andava meio mundo a pedrada até que "a morte os separe". Pois deu se o caso que o juiz Neto Moura faz censura moral a uma mulher de Felgueiras vítima de violência doméstica em outubro do ano passado e invocou a Bíblia, o Código Penal de 1886 e até civilizações que punem o adultério com pena de morte para justificar a violência cometida contra a mulher em causa por parte do marido e do amante. Diz ele, o adultério da mulher é uma conduta que a sociedade sempre condenou e condena fortemente (e são as mulheres honestas as primeiras a estigmatizar as adúlteras) e por isso vê com alguma compreensão a violência exercida pelo homem traído, vexado e humilhado pela mulher”. Compreenda se, que o adultério é o facto de uma pessoa casada ter voluntariamente relações sexuais com uma terceira pessoa, não é Portanto, dada a violação do dever recíproco de fidelidade, este juiz usa uma Bíblia com mais de dois mil anos, um código penal com mais de trinta e acha que é melhor se precaver tendo umas luvas de boxe penduradas em casa ou ha cabeceira da cama pra rebentar com tímpanos do que ter a tapar a porta um monte de pedras e calhaus para se atirar, néExiste grande diferença entre haver violação doméstica e a pratica de adultério mas se o Juiz mistura tudo no mesmo saco só por que tem uma Bíblia, EU por mim não quero nada com elas, simplesmente conhece las ama las e outra coisa que o juiz pensa mas não pode dizerCabrão por cabrão arranjaria maneira de todos verem os novos pombinhos de mão dada pelo paraíso mas todos nusque é pros tímpanos rebentarem de vez. O juízo do juiz se está na Bíblia, devia se deitar com ela numa fogueiratalvez a sentença se tornaria mais esclarecedora

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog