Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Mais vale tarde que nunca

por Henrique Monteiro, em 12.08.15

boa1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons



12 comentários

Sem imagem de perfil

De PBM a 12.08.2015 às 11:04

Mário João Castro, muitos parabéns pela excelente resposta!
Realmente, os negócios escuros e ruinosos em matéria de Defesa Nacional têm dado milhões a ganhar a sinistras personagens, sob um manto de segredo que a matéria inadequadamente permite (matérias classificadas que limitam os poderes de investigação dos OPC´s). Nesta linha o misterioso desaparecimento da documentação relativa à venda de armas ao Irão nos anos 80, durante a guerra Irão-Iraque, dos arquivos do EMGFA, MDN e MNE (ver a Resolução da Assembleia da República n.º 97/2015, de 21/07 a incitar o Governo a abrir um rigoroso inquérito), até ao excelente equipamento pesado de combate a incêndios desenvolvido em Portugal para os C-130 e que apodrece no depósito da FAP, sem nunca ter sido utilizado no terreno por vontade política, dos estranhos negócios com sucateiros (venda de UZI novas e encaixotadas, por exemplo), ou a venda a peso, por tuta e meia de viaturas de valor histórico e comercial muito elevado a "sucateiros esclarecidos" que depois as vendem a coleccionadores e museus estrangeiros, desde o fim de Beirolas até aos dias de hoje (com a alienação, a peso, dos canhões A/A Bofors dos anos 40), isto sem falar das mediáticas negociatas de milhões, que todos (des)conhecemos, mas que desconfiamos de quem se aproveitou com total ausência de sentido de Estado. E tem razão quando refere que os LARC-5, estão a cair de podres. Só temo que, quando se fale da substituição das G-3, dos Allouette III ou dos LARC, e de tanto mais que é urgente, se esteja a falar de futuros casos de corrupção de milhares ou de milhões de Euros. E o que dizer do que este Governo está a fazer com as estranhas e apressadas alienações dos chamados "Prédios Militares", que compreendem Conventos e Palacetes, por exemplo, em locais como a Calçada da Ajuda (com vista para o Tejo) e que o grupo Pestana muito agradece (já ficaram com a Fortaleza da Cidadela de Cascais)... os anéis não estarão a ir depressa demais? Qual a legitimidade de um Governo alienar apressadamente e, muitas vezes, ao desbarato ou com cláusulas danosas para o Estado, a riqueza de um país adquirida durante séculos, e que deveria ser conservada, nem que seja para fazer face a futuras calamidades. Estamos a perder, alegremente, o fundo de maneio para o futuro... mas o que interessa é o futebol!
Sem imagem de perfil

De M Á R I O J O Ã O CASTRO a 12.08.2015 às 11:23

A V E R D A D E é L U Z !!!

E muito mais há para falar, mas neste país existe um conluio de amizades partidárias,em que vozes como a minha são deveras incómodas e muito embaraçosas...nada que não me seja familiar desde muito jovem!

Excelente a sua análise!!!Lúcida e transparente!!!

E sim...o futebol é um poderosíssimo anti-depressivo, que consegue sempre os seus "intentos"!

Bem Haja !!!

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog