Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Coisas do passado

por Henrique Monteiro, em 21.12.22

pa1.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons



2 comentários

Sem imagem de perfil

De MÁRIO JOÃO CASTRO a 21.12.2022 às 09:59

Era "apenas" um passageiro...
apanhou boleia d'um acelera
foi até um mensageiro...
trabalhador ali? Mas quem tolera???

Ia ele a passar, a 163 à hora
transporte de VIP atrasado
deixou o "taxista" à nora...
passageiro revoltado !!!

Coche potente! Bela imagem!
Estragaram-lhe a viagem!
Pelo andar e pela aragem
Vê-se quem vai na carruagem!

Tantas vezes em auto-estrada
a 120 e bem cauteloso
os vi passar, vindos do nada
com "passageiro" tão honroso!

https://www.publico.pt/2021/12/03/politica/noticia/cabrita-lembra-so-passageiro-acusacao-motorista-estado-direito-funcionar-1987325
Sem imagem de perfil

De trowxêrato a 21.12.2022 às 10:25

Sai da frente por senão163km hora numa auto estrada para um BMW não é nadaé quase como estar parado_Segundo a agencia Lusa, o motorista de Cabrita cumpriu ordens e não tinha formação específica, diz a defesa: A causídica, que falava no debate instrutório, realizado em Évora, argumentou que o condutor do automóvel em que seguia o então ministro da Administração Interna Eduardo Cabrita, naquela situação, "não tem legitimidade" para não fazer o que lhe pediamA defesa do motorista do então ministro Eduardo Cabrita alegou que este arguido no caso do atropelamento mortal na A6 se limitou a "cumprir ordens" e realçou que não tinha formação específica para conduzir altas individualidadesNeste caso, afirmou a advogada do motorista, "limitou-se a cumprir ordens e sobre a velocidade e a disposição em que seguiam os automóveis da comitiva do então ministro aquando do acidente, "terão que perguntar a quem de direito"Segundo a defesa do motorista"o Corpo de Segurança Pessoal da PSP é que determina" a forma como circular da comitiva do então governante e o motorista apenas "tem que cumprir" as ordens dadasAludindo a declarações proferidas pelo arguido durante o interrogatório da fase de instrução a que os jornalistas não puderam assistir, a advogada destacou que o motorista requereu "sucessivamente" formação específica para conduzir altas individualidades, mas esta foi "protelada por quem tem poder de decisão"A 18 de junho de 2021, um funcionário de uma empresa que realizava trabalhos de manutenção na A6, no concelho de Évora, foi atropelado mortalmente pelo automóvel oficial conduzido pelo motorista em que seguia o então ex-ministro Eduardo Cabrita
-A protelação da pele do Cabrita pode não vir a servir ao motorista

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog