Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





A triste figura

por Henrique Monteiro, em 29.08.16

triste1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018 2019 2020 2021


9 comentários

Imagem de perfil

De Filos a 29.08.2016 às 16:38

As duas metem tristes figuras; a diferença é que uma rege-se pela LIBERDADE de fazer triste figura (ainda por cima com um cão ao colo que os da "religião da Paz” consideram Haram (proibido, impuro) a outra rege-se por uma“lei” chamada Sharia, imposta por uma “religião”.
O uso da burka, véu, burkini, hijab, niqab etc. nada tem a ver com ser muçulmana! É sim uma interpretação extremista, ortodoxa e retrógrada do corão; originada pela revolução Iraniana de 1979 do Diabo AYATOLLAH KHOMEINI, que provocou um retrocesso civilizacional de séculos.
Se elas não tivessem tido antes, uma lavagem ao cérebro acha que elas se vestiriam como “corvos” porque queriam?
O uso dessas “vestimentas” trata-se apenas de um CÓDIGO, DE UMA “FARDA” imposta entre muçulmanos para diferenciarem quem são as Kaffirs (as infiéis do islão), porque assim às muçulmanas só as violam em casa, às “outras” (e adoram as crianças e mulheres loiras, principalmente na Noruega e na Suécia), essas podem violá-las em qualquer lugar, becos, jardins, praças com muita gente, etc...
E não me venham com o argumento do “laicismo” porque essa permissão de usar um “elemento” imposto por uma religião, nada tem a ver com laicismo.
https://www.youtube.com/watch?v=qEsCt2ua8Bg

Existem muitas muçulmanas (principalmente as que vieram das ex-colónias há cerca de 40 anos) sem usarem essas “vestimentas”!

Por ex. Faranaz Keshavjee, que não usa essas vestimentas, muçulmana, vinda há cerca de 40 anos, natural de Moçambique, Antropóloga, Socióloga, que escreve crónicas no jornal Expresso, foi candidata a deputada pelo partido Tempo de Avançar, (MODERADA E INTEGRADA NA NOSSA CULTURA) em que diz algo que tem toda a lógica, pois “essas” é que não querem ser reconhecidas…(PORQUE AS MULHERES QUE USAVAM VÉU NO TEMPO DOS PROFETAS ERAM AS PROSTITUTAS) é bem explicito isso e explica bem as diferenças entre muçulmanos Sunitas e Xiitas (daí muitas vezes se ver também em países maioritariamente muçulmanos ataques suicidas e que matam largas dezenas de pessoas.

http://expresso.sapo.pt/blogues/bloguet_lifestyle/Avidadesaltosaltos/as-mulheres-que-usavam-veu-no-tempo-dos-profetas-eram-as-prostitutas=f649002
Felizmente que Simone de Beauvoir não está viva, caso contrário este debate matava-a!
Religiões ultra misóginas obrigam as mulheres a cobrir-se da cabeça aos pés porque o seu corpo é uma sujeira e achamos isso libertador?
O Ocidente perdeu realmente a cabeça!
Daqui a pouco, se isto continua, vamos felicitar os islamistas que chicoteiam as vítimas porque é menos mau do que cortar-lhes a cabeça.
«Uau, o chicote, que progresso! Pelo menos, podemos dizer que é mais humano do que a decapitação, não? O Estado Islâmico vai decididamente no bom caminho.»
UMA AFRONTA ÀS VERDADEIRAS FEMINISTAS!
Para os que tenham amigos IMAMS, ou Sheiks, informem os vossos “amigos” (mas não o Sheik David Munir, porque esse é um “santo” a comparar com outros pelo mundo, como Anjem Choudary na Inglaterra, Mullah Krekar na Noruega, ou sheikh Yusuf al-Qaradawi e muitos outros na Arábia Saudita, Irão, Iraque, etc); para estarem descansados porque os olhos não comem! Não é por olhar para umas pernas ou uma barriga que essas mulheres vão ficar sem essas partes do corpo; e além do mais quanto mais escondido mais “cobiçado” e os homens Ocidentais (ao contrário dos oriundos do Norte de África e Médio Oriente) têm o seu tempo preenchido com os seus empregos ou os seus estudos (9 às 5) e às vezes mais, e têm a sua família ou amigos para cuidar e não praticam (como eles) a poligamia, e existem sítios próprios para se “divertirem” e muito menos praticam Taharrush Gamea (jogo sexual dos muçulmanos)

https://www.youtube.com/watch?v=kFkxY-jQ7dg

Quo vadis mundo ocidental. “Quanto mais te baixas, mais se te vê o cu…aliás acho que já estás a ficar sem “ele”!

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog