Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





A ternura dos 30

por Henrique Monteiro, em 20.03.19

estudo1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Toxêrato31desertor a 20.03.2019 às 10:31

Ternuras a parte, esse estudo foi feito pela Universidade de Cambridge em Inglaterra e, segundo dizem, descobriram que o desenvolvimento pleno do cérebro dura ao longo das primeiras 3 décadas de vida, com alterações que podem ter impacto no comportamento e na saúde mental de cada um. Os processos que envolvem o aumento da condutividade dos nervos e a construção de redes neurais começam no útero e continuam por décadas. Não terminam quando alguém chega aos 18 anos (ou outro qualquer limite de maioridade, dependendo do país). "O que podemos dizer é que ter uma definição etária de quando se passa da infância para a idade adulta parece cada vez mais absurdo", afirma um neurocientista que liderou o estudo da mesma Universidade. Diz o (DN), segundo o autor da descoberta, a viagem entre a infância e a idade adulta é uma "jornada de transição que vai sendo realizada ao longo de três décadas". Não há uma fronteira definida. Não é como se estivéssemos um dia na infância e no dia seguinte na maioridade. É um caminho, uma trajetória que as pessoas vão percorrendo". O estudo mostra também que a velocidade dessa viagem para a idade adulta "varia de pessoa para pessoa". Daí não ser de estranhar que possamos conhecer adolescentes de 15 anos que já parecem verdadeiros adultos e pessoas de 30 que ainda são umas "crianças" Estudos a parte, os cientistas acham que só somos adultos depois dos 30 e a mensagem que fica é a do; "Cresce e aparece"? Será que em Inglaterra, fizeram o referendo para sair da E.U ou foi também só um estudo as capacidades mentais de muitos que votaram sem saber como? Cresçam e apareçam, digo EU, que se por cá o serviço militar continuasse a ser obrigatório, tudo estaria mais apto e preparado para ajudar o próximo e os nossos concidadãos que estão a passar mal principalmente nas antigas ex-colônias. Grow and appear

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog