Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O Presidente vai nu

por Henrique Monteiro, em 23.01.12

Publicado em SAPO Notícias

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De art a 23.01.2012 às 08:11

Pois, coitado do homem.
Também, andam sempre a malhar nele!

Este cartoon faltava na tua brilhante colecção, Henrique.

Apenas umas pequeninas correcções:
a) "aspidad";
b) "pagad";
c) "despesas?"

Um abraço

Art
(O texto acima foi redigido ao abrigo da Língua Portuguesa)
Sem imagem de perfil

De Isto a 23.01.2012 às 11:01

Só revela falta de informação. O Cavaco Silva abdicou de todas as reformas a que tinha direito excepto a de professor, que é a profissão dele (os tais 1300€).
Ele tem razão no que diz: não chega para as despesas porque só em gastos e impostos do seu património deve ir esse dinheiro e parte do salário de presidente da república.
Mas o que os "jornaleiros" dos telejornais insistem em esconder porque lhes convém causar confusão, é que ele disse que não tinha problema, porque tinha economias. Como quem diz, "eu não recebo muito, mas vou buscar ao que já tenho para não voltar atrás na minha palavra". O Ramalho Eanes também abdicou de ter várias reformas.
Só o Mário Soares, o tal que diz que isto anda mau e incita às greves, recebe milhares de euros de várias reformas. Mas claro, desse ninguém fala porque não está no governo. Nem desse nem do vereador da cm lisboa que recebe milhares de euros em pensões e que ainda está no activo a receber o salário...
Os portugueses deviam se informar e muito antes de interpretar de que forma seja. O Cavaco não quis dizer que está "pobrezinho", quis sim que vai fazer sacrifícios para não se aumentar a despesa que o país tem com ele. E muitos assim o deveriam fazer.
Sem imagem de perfil

De Nascimento a 24.01.2012 às 18:13

Aqui está o que é verdadeiramente falta de informação. De acordo com a lei vigente, não é possivel a quem ocupa cargos públicos, acumular o ordenado com reformas (também do sector público). Cavaco Silva optou, como é compreensível, pelas suas reformas, que são, no conjunto de cerca de 10 mil euros, superiores ao ordenado de presidente da república. Poderá confirmar esta informação com a maior facilidade.
Sem imagem de perfil

De V_de_Vergonha a 23.01.2012 às 19:41

Há 100 anos atrás, assassinámos um rei para depor a corte que ostentava o ouro sem querer saber do povo. Implantámos a república para trazer o movimento da igualdade e da fraternidade para portugal e há 30 e tal anos atrás derrubámos um ditador para retomar a democracia. Melhorámos enquanto país e as condições do povo são boas como nunca, mas os grandes de sempre estão a apertar os pequenos de sempre numa negligência inadmissível para os dias que correm.

Cheira-me que se continuarem a apertar o povinho e a ostentar o ouro, veremos mais tarde ou mais cedo a história repetir-se...

Tenho esperança de ver alguns destes Jardins, Catrogas, Cavacos e Sócrates levarem a sova que merecem, porque algum dia o povo - esse monstro adormecido que teima em acordar apenas no último momento - vai entrar num novo movimento social à escala global.

Não sou contra os ricos! Sou contra os pobres e contra a desigualdade!

Querem mais emprego e crescimento económico? Despeçam o Catroga e gastem o seu salário contratando 90 desempregados. Repitam isto por cada situação vergonhosa como esta e vão ver o resultado.

Acabem com o IVA. Cada um deve pagar consoante o que recebe e o IVA é o imposto que mais desigualdade provoca. Faça-se um IVA que seja pago consoante os rendimentos e não consoante os produtos.

Altere-se a constituição para termos só 100 deputados e cada político a receber apenas o ordenado mínimo nacional e assim os governantes serão gente que luta por Ideais e não gente que luta por Audis topo de gama...

Não se gaste nem mais um cêntimo em grandes obras como aeroporto e tgv e pontes no tejo pagando fortunas a 1 ou 2 grandes empresas. Faça-se antes o saneamento básico em todo o país e contratem-se os pequenos empresários em cada localidade.

Diminua-se a carga fiscal das empresas que contratarem desempregados mesmo que não precisem deles para assim poderem diminuir a carga horária dos outros trabalhadores. Contrate por €1000 e o governo deixa de lhe taxar €1100 em impostos.

E por fim proíbam-se os militantes do PS, PSD e PP de serem nomeados para cargos públicos. A partir de agora só concursos justos e públicos, em que nomeações anteriores não contam para o currículo (ou seja, sanguessugas do PS, PSD e PP não voltam a ter emprego tão depressa...).
Isto aumentará o desemprego de certos barões e baronesas, mas será bom, pois com melhores profissionais, teremos uma máquina do estado mais eficiente e produtiva.

Sem imagem de perfil

De rodri mateus a 25.01.2012 às 16:33

Este senhor também não tinham muito para pagar as despesas.

http://paisinutil.blogspot.com/2012/01/o-querido-lider.html

E depois de morto ainda ajuda alguém a viver.
Sem imagem de perfil

De Camões a 28.01.2012 às 22:59

«O PRESIDENTE VAI NU»

Ó Madia, páda lá de aspidad a mansão,
A electdicidade está p’los olhos da cada…
Com esta minha pobde pensão míseda
Ainda apanho uma enodme depdessão!

Mil e tdezentos mais os oito mil é pouco,
Feitas as contas dá nove mil e tdezentos…
Mais a refodma da Madia, dou em louco,
Com tão poucos eudos p’dós alimentos!

POETA

Comentar post



Publicidade


No facebook



Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015