Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O Mega Piquenique

por Henrique Monteiro, em 17.06.11

Publicado em SAPO Notícias

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De AlterEgo a 17.06.2011 às 11:24

Agora a moda é falar no produto nacional.

A solução para a crise é comprar produto nacional, dizem eles.

Depois temos notícias como aquela que diz que o sector do calçado teve um crescimento de 20% e os trabalhadores tiveram um aumento de 2%...

Andamos é a encher os bolsos dos patrões. Por isso é que em tempos de crise a Porsche e a Jaguar aumentam as vendas...

Para isto prefiro comprar chinês que me custa menos ao bolso.
Sem imagem de perfil

De cec a 17.06.2011 às 11:40

são as modas demagógicas... por um lado há que comprar nacional.. por outro há que fomentar a exportação... é o costume... cai o Carmo e a trindade se temos um seleccionador estrangeiro mas depois é um orgulho termos seleccionadores portugueses à frente de equipas estrangeiras... e eu pergunto: comprar nacional é o quê? é comprar laranjas estrangeiras que por acaso são nossas mas foram lá fora tornar-se mais baratas? é comprar no corte fiel roupa feita lá fora ou ir ao corte inglês e comprar roupa feita cá? é comprar arroz com marca portuguesa ( com accionistas estrangeiros) mas que é importado porque não temos produção suficiente?

até o Tony Carreira «foi feito» em França
Sem imagem de perfil

De AlterEgo a 17.06.2011 às 13:54

Isso há muita gente que só tem valor cá dentro depois de o ter lá fora.

Enquanto estão cá não lhes dão valor mas depois de irem lá para fora e serem reconhecidos então já são os maiores.

Depois ainda há essa "suprema inteligência" de Cascais que fez o vídeo dos Finlandeses onde afirma com orgulho que há mais portugueses fora de Portugal do que cá dentro.

Epá, isso é motivo de orgulho??? Se eu fosse Finlandês perguntava logo qual era o problema de Portugal para terem tanta gente fora do país.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.06.2011 às 21:11

"Para isto prefiro comprar chinês que me custa menos ao bolso."

custa menos, pois custa...

mas se pensares um bocado se calhar vais dar conta do teu erro.
por enquanto a 'Europa' como a conhecemos funciona bem: desde que a Alemanha tenha dinheiro para distribuir e os pobrezinhos recebam a esmola, ninguém se queixa.

e a China lá vai comprando uns BMWs e Mercedes para manter a máquina a funcionar, enquanto inunda o mercado com tudo e mais alguma coisa.

mas daqui a uns anitos, quando a China se decidir a deixar de ser a fábrica do mundo com mão de obra barata, sobe os preços. e depois quem pode compra, quem não pode não compra.

até lá demos cabo da produção das coisas 'que os chineses fazem', pois são tão baratinhos.


depois...depois vai ser a Europa (com o desemprego ainda maior do que o actual) a começar a ser explorada como a China foi.

ainda me lembro dos nossos ministros a venderem o país com os mais baixos salários da União, pode ser que sejamos os primeiros...

Comentar post



Publicidade


No facebook



Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015