Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





O clássico está aí

por Henrique Monteiro, em 22.03.11

O clássico está aí

Publicado em SAPO Desporto

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018 2019 2020 2021


45 comentários

Sem imagem de perfil

De xXx a 22.03.2011 às 19:43

O futebol, através das claques e do fanatismo clubístico, revela o pior que existe nas sociedades.
A lei portuguesa encarrega-se de não punir ninguém pelo que quer que seja.
Assim, os corruptos estão à vontade para falar de fruta ao telemóvel e até se podem dar ao luxo de enviar as gravações para a PJ, pois serão consideradas provas ilegais...
Já na rua, quer se matem adeptos com verylights, quer se apedrejem uns aos outros, quer agridam jogadores no campo com objectos perigosos, quer se façam apelos à violência em canais oficiais dos clubes, quer se ironize em vez de se repudiar a violência, os sentimentos de impunidade e ódio vão crescendo entre aqueles que dizem que são adeptos mas que podem gostar de muita coisa - como fruta, pedradas, tacos de golfe, droga, etc -, mas não gostam de futebol.

Eu defendo penas de prisão efectiva para todos os que referi e interdição dos estádios até que os ignorantes com equipamentos coloridos e cânticos de ódio aprendam um pouquinho de história e se apercebam que a fase do troglodita já passou e que estamos numa civilização pacífica e democrática, onde temos todos o direito de irmos onde quisermos sem que a nossa integridade seja posta em causa pelos ditos homens das cavernas, uns da tribo dos super-dragões, outros da tribo da juve-leo, outros da tribo dos no-name-boys, outros de outras tribos com um pouco mais de vergonha.

Nada se faz, a impunidade continua, por enquanto uns jogadores levam com objectos na cabeça e dizem au, mas um dia destes, levam com objectos na cabeça e nunca mais podem dizer nada.

Há uns anos atrás eram actos isolados de criminosos covardes, hoje em dia são actos organizados de ataque e contra-ataque, daqui a uns tempos teremos, por causa da falta de acções com vista a extinguir os trogloditas da nossa era, teremos hooliganismo em todos os jogos, batalhas campais à la Argentina, etc.

Gil Vicente usou o teatro pela 1ª vez em Portugal para também educar os Portugueses. Agora vemos um senhor cartoonista a fazer o mesmo com a sua arte e os trogloditas, em vez de aprenderem, vêm para aqui comentar com discursos inflamados e fanáticos.

Eu sou Benfiquista, mas se me fosse dado o poder para tal, proibia imediatamente o Benfica e o Porto de participarem em competições nacionais. É inadmissível o clima de guerrilha alimentado todos os dias por responsáveis dos clubes. É inadmissível ver bancadas vazias pois quem lá queria ir ao estádio, tem medo de poder não voltar para casa inteiro.

Este castigo só seria retirado a Porto e Benfica quando em tempo de antena na RTP 1, se visse os dirigentes máximos de ambos os clubes apertarem as mãos e a comprometerem-se para tudo fazerem para que este clima "iraquiano" não voltasse ao desporto Português.

Atitudes de fairplay exemplares também teriam de ser tomadas, como irem os autocarros da equipa da casa buscar as equipas adversárias. Obrigar os dirigentes, treinadores e jogadores de cada clube condenarem os actos de violência, em vez de ironizarem ou de apresentarem listas de actos passados com os adeptos de clubes adversários.

No entanto eu não mando, logo a realidade é outra: o Benfica continuou a poder ter adeptos dos estádios depois da morte do verylight, o adepto "diabo" continua a ir ao estádio mesmo depois do "calduço" que deu a um "bandeirinha", o Porto e o Braga continuam a poder ter adeptos no estádio, mesmo depois de todas as bolas de golfe e outros ovnis com que têm agredido jogadores adversários, o júniores do Benfica e do Sporting continuam a poder jogar à porta aberta mesmo depois da pedrada toda que choveu em Alcochete, o Porto não condenou ainda os actos de violência dos seus jogadores, bem pelo contrário, fez uma campanha de branquamento, os corruptos continuam a telefonar sabendo que não se podem usar provas normais contra eles, etc.

Na violência/crime só interessam duas coisas em civilização, saber quem participou (não interessa a ordem!) e responsabilizar os energúmenos.

Quando em Portugal ninguém é responsabilizado e se gasta o tempo a discutir quem começou e quem deu mais e outras coisas secundárias para desviar atenções, está tudo dito: são um bando de trogloditas: TODOS!

Mais do que estatutos, o mundo do futebol português precisava era de vergonha na cara!
Sem imagem de perfil

De u mad a 22.03.2011 às 19:51

Quem fala assim não é gago. Subscrevo tudo que o Sr. xXx disse.
Sem imagem de perfil

De O Anti-Lampião a 22.03.2011 às 20:13

roooonc zzzzzzzzz
roooooonc zzzzzzzzzzzz
roonc zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
roooooooooooonc zzzzzzzzz
rooooooooooooooonc...

... O Fidel "xXx" Castro já acabou de discursar?!
Sem imagem de perfil

De ??????? a 22.03.2011 às 20:26

Para quando a condenação do catedrático da sapatada?

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog