Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





A mais vergonhosa impunidade

por Henrique Monteiro, em 08.08.10

Publicado em SAPO Notícias

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018


28 comentários

Sem imagem de perfil

De André a 08.08.2010 às 13:33

Eu percebo o cartoon, só que retrata uma realidade que eu não sei se será bem assim. O cartoonista baseia-se em que dados (mais ou menos) para caracterizar a coisa assim? É assim tão evidente como está no cartoon?

Noutra nota: o cartoon devia era ser mais a mulher a levar um enxerto de porrada, e depois não obstante isso nem ir queixar-se às autoridades. Parece-me q esta parte é mais verdadeira.

Anyway, abraços
Imagem de perfil

De Henrique Monteiro a 08.08.2010 às 14:23

Viva André,
Infelizmente, o cartoon baseia-se em números trágicos. Em 2009 foram feitas mais de 30.500 queixas às autoridades por violência doméstica, e o número tende a aumentar (em 2008 foram mais de 27mil) e só 59 agressores estão a cumprir pena (penas ridículas). Logo, o problema não estará no número das queixas.
http://www.publico.pt/Sociedade/so-59-pessoas-em-portugal-estao-a-cumprir-pena-de-prisao-por-violencia-domestica_1450412

Um abraço
Sem imagem de perfil

De André a 08.08.2010 às 15:11

Henrique, obrigado pela explicação e pelo link. Mas é como digo, este cartoon é parte de uma história. Depois há a outra parte, tal como vem nessa notícia e era o que eu referia mais ou menos, quando lá vem escrito "podem recusar-se a depor como testemunhas: os descendentes, os ascendentes, os irmãos, os afins até ao segundo grau, os adoptantes, os adoptados e o cônjuge do arguido". Às vezes, calam-se na fase de inquérito. Às vezes, calam-se na fase de julgamento."

Daí por vezes isto tudo cair em saco roto. Estará um cartoon incompleto, vá vá. ;)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.08.2010 às 19:07

Por outro lado e indo ao encontro do cartoon, ou mais o contrário, lê-se: «O número de condenados a penas de prisão está bem distante do de participações à polícia: 30.543 só no ano passado, o que dá 84 por dia. Em 2008, tinham sido quase 27.750; no ano anterior, perto de 22 mil. Desde 2000, ano em que a violência doméstica se tornou um crime público, as queixas não param de aumentar. A única excepção foi 2004, menos 1886 participações que no ano anterior.»; e «Dos 59 reclusos, 25 cumprem penas entre os três e os seis anos de prisão; 20 entre um e os três anos; oito entre os seis e os nove anos. Só quatro foram condenados a mais de dez anos de cadeia: a penas que oscilam entre 15 e 20 anos de prisão. Mas estes casos estão incluídos no grupo de 31 que, segundo a DGSP, responde por outros crimes, nomeadamente o homicídio tentado e consumado, a violação de domicílio, a ameaça, a detenção de arma proibida, a violação, o tráfico de droga e outras actividades ilícitas.». Também a abrir logo o artigo: «Maria de Fátima foi a mais recente vítima mortal de violência doméstica. A décima quinta deste ano. Anteontem, o companheiro matou-a em casa, em Oliveira de Azeméis. Já tinha sido condenado no ano passado por violência doméstica. Apanhou apenas 16 meses de pena de prisão suspensa, apesar de no registo criminal constarem outras ofensas à integridade física.». E ao lado encontramos um link que nos conduz para o seguinte artigo que dos dá uma luz sobre outras razões que levam muitas mulheres violentadas a calarem-se http://jornal.publico.pt/noticia/07-08-2010/um-ano-apos-a-aplicacao-da-lei-contra-a-violencia-domestica-ainda-reina-um-sentimento-de-desproteccao-da-vitima-19980674.htm

Há-que evitar tomar o todo pela parte...
Sem imagem de perfil

De André a 08.08.2010 às 19:40

Mas não me viu a condenar o facto de as mulheres se calarem. Condenei e condeno o silêncio, pelas mais variadas razões que sejam. Não escamoteio isso. E o silêncio existe, e está patente no excerto que eu aí pus, e não são só as agredidas que se calam. Portanto, cada um pegará na parte que mais lhe convier para defender o seu argumento. Eu não tenho nenhuma dama a defender, só disse que o cartoon estará, em ultima análise, incompleto. É a minha convicção, desculpe lá.

Eu não estou a defender a justiça. É medíocre? Sim. O cartoon está incompleto? Também acho que sim. So what? Existe tanta mediocridade no que respeito ao cumprimento dos nossos direitos, desde as coisas mais básicas, a estas mais complicadas. Agora, se entrarmos sempre pela via do silêncio, ainda que saibamos que a justiça é podre, também não lá vamos. Esta é uma parte da história. A outra parte já entendi: está no cartoon, está no excerto que você ai transcreveu, pronto, já entendi!

Mas e a outra, não existe? Existe, e também aí pus. Agora cada um faz o que quiser com isso... Abraços
Sem imagem de perfil

De IGUALDADE DE GÉNERO PROCURA-SE a 08.08.2010 às 13:42

É a primeira vez que estou de acordo com o cartoonista.
Parabéns sr. Henrique Monteiro!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Kulcinskaia a 08.08.2010 às 15:50

Infelizmente a máxima "entre marido e mulher não se mete a colher" ainda é muito usual.
Uma vergonha.
___________________________
http://kulcinskaia.blogs.sapo.pt/
Sem imagem de perfil

De Mulher de Lampião a 08.08.2010 às 15:59

É bem verdade o que o sr Henrique dos cartoons diz. Ainda ontem levei um enxerto de porrada por causa da porcaria do glorioso ter perdido com os dragões e ando aqui com o olho à Belenenses. Agora percebo porque é que o Moutinho saiu do Sporting. Ainda me mudo prá invicta porque lá, se levar porrada, é só de 5 em 5 anos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.08.2010 às 20:29

Comentário que não tem nada a ver!

Devias ter vergonha de gozar com uma situação tão grave como esta! Se calhar gozas porque és um dos agressores!

Tem juizo otário!
Sem imagem de perfil

De De marido lampião a 08.08.2010 às 23:52

É verdade que dei uma arraial de pancadaria à minha mulher por causa do glorigozo. Enfiei-lhe aquela unha que tenho de rebobinar a cassete do carrega benfica.
Haja sentido de humor!
Não se arme em moralista!
Imagine que sou mulher e condeno a violência doméstica neste mesmo espaço. Vá pregar a outra freguesia , onde não haja padre!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2010 às 09:50

vê-se mesmo que és um portista ranhoso!
vocês nunca têm noção de nada pois não? O cartoon é sobre violência doméstica e vens falar em clubismos para quê?

Até tenho vergonha de ser de Gaia. Não há nenhum que se aproveite --'
Sem imagem de perfil

De DragonHeart a 09.08.2010 às 20:34

Olha que coincidência... eu também tenho vergonha de tu seres de Gaia... Toscos como tu a gente manda para Lisboa!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.08.2010 às 22:53

Já vi que te incluis nos portistas ranhosos.

Se tu próprio o dizes quem sou eu para contrariar?!

Fica bem
Sem imagem de perfil

De Marido lampião a 10.08.2010 às 09:39

Não responda ao Portista anónimo.
Quem lhe responde sou eu, mulher, «Igualdade de género procura-se»»

De SLB = Sempre a Lamber Bosta

E aqui está mais um lampião palhaço a arrotar merda pela boca fora!!! Ui que medo dos ganzados do Clube recreativo das laranjeiras!

E aí anda a infeliz lampionagem, alimentada a petróleo, a recorrer a já habitual baixeza...

Cambada de animais...

E só mesmo uma gayvota corrupta para se ter feito passar por anónimo e insultar um portista... Vocês não passam mesmo de filhos da put... ignorantes e drogados do clube recreativo das laranjeiras


Nao valem um caral...
Deves pensar que sou besta como tu, oh cavalgadura !
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.08.2010 às 20:31

" ter feito passar por anónimo"???

agora fizeste-me rir!

definição de anónimo: sem nome; não assinado.

acho que isto diz tudo, mas segundo o que disseste eu estou-me a tentar passar por alguém sem nome e que não assina as coisas...

Inteligente tu!
Sem imagem de perfil

De INTELIGENTE SIM! a 10.08.2010 às 22:54

Tanto o anónimo Portista como Dragonheart compreendem o que quero dizer e tu também meu burro. Recua no tempo e no espaço e verás que já me conheces de «outros carnavais»
Como dizia o outro: «Tás mais manso», tu e a tua tia.
Não te esforces a dar-me nenhum significado de «anónimo». Sou professora, estou de férias e não te mandei fazer trabalho de casa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.08.2010 às 23:46

Para já nem sei do que estás a falar, assinar como anónimo é bastante frequente, mas se calhar sou eu que ando a ver mal agora.

Outra coisinha, para professora és muito bem educada e deves saber lidar muito bem com os teus alunos... quanto ao estares de férias podes dizer a verdade, estás é sem emprego (o que infelizmente é bastante frequente em portugal) e no psiquiatra, o que na tua família também é frequente e como disseste no outro não és da minha família, por isso está tudo justificado

Fuck off
Sem imagem de perfil

De Foram os benfiquistas que me ensinaram a 11.08.2010 às 01:34

Como Professora, desde que posto neste espaço, sou o resultado da provocação dos benfiquistas.

Como Professora, na vida real, podes ir assistir às minhas aulas, ver o meu processo, a minha média de curso e de estágio. Falar com os meus alunos, com a Directora da Escola. Ainda bem que estou de férias, significa que tenho trabalho! Vai-te catar labrego!! Acredita no teu delírio virtual
Podes continuar a questionar a minha profissão
Estou de férias da escola e das explicações.
Vai ver o comentário que fiz com o nickname de «Professor sem papa na língua»e outros no cartoon «abençoados atestados médicos»
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.08.2010 às 01:52

"sou o resultado da provocação dos benfiquistas."

1º quem começou aqui a falar de clubes?
2º nunca disse se era benfiquista os sportinguista
3º Fizeste um comentário de mer** a gozar com a situação e eu disse que aquele comentário não tinha nada a ver e que era de muito mau gosto!

já que és "professora", tens que ter a mínima inteligência e por isso acho que consegues tirar as tuas próprias conclusões e veres como só te tens enterrado em vez de admitires que estiveste muito mal no 1º comentário!
Sem imagem de perfil

De INTELIGÊNCIA SUFICIENTE a 12.08.2010 às 23:57

Quem fez o pressuposto comentário de mer-- foi a mulher do lampião, que conheço muito bem e sei quem é. Quem saiu em defesa da mulher do lampião= Portista anónimo e de Dragonheart fui eu= Marido lampião. Recorri a um comentário escrito, neste espaço, por um anónimo a atacar os portistas. Adaptei-o e devolvi na mesma moeda. Fica assim,vossa Senhoria ,a saber o significado da expressão « aprendi com os benfiquistas». = adaptei o texto de um benfiquista. Mais alguma explicação?

Não continue, Vossa Senhoria , a insistir que eu sou o autor do primeiro comentário. Está Vossa Senhoria muito enganado!
Haja imaginação!
Quanto à minha inteligência, a mesma foi avaliada pelos meus professores, formadores e orientador de estágio e não pela de Vossa Senhoria!
Estou de férias e portanto não dou mais explicações.Quer música, mas eu não sou professora de Educação musical.
Passar bem!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.08.2010 às 20:34

Outra coisa que não percebi, mas de certeza que nem tu sabes responder!

disseste isto: "Quem lhe responde sou eu, mulher" no entanto assinas como "Marido lampião"

Foi burrice ou ainda não sabes bem o que és?!

Sem imagem de perfil

De SEI RESPONDER a 10.08.2010 às 22:41

Sei bem quem sou. Sou mulher e assino por marido lampião. Tens alguma coisa contra? Apresente queixa à APAV.
Serei a primeira mulher com nickname masculino?
Andas muito distraído!
Sou IGUALDADE DE GÉNERO PROCURA-SE. Já te tinha dito. Pelos vistos funcionas em movimento uniformemente retardado.
Vai dar uma volta ao bilhar grande. Deves pensar que sou da tua família. Burro!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.08.2010 às 23:40

Típica resposta de quem não sabe o que dizer!
Sem imagem de perfil

De Foi dada por ti a 11.08.2010 às 01:06

Completamente de acordo contigo.
«Típica resposta de quem não sabe o que dizer!»
Sem imagem de perfil

De Mulher de Lampião a 09.08.2010 às 00:17

Eu agredia-te era com dois chapadões nessa cara, ó meu imbecil. E ainda eras capaz de gostar e pedir mais!!!
Sem imagem de perfil

De zzz a 08.08.2010 às 21:08

seja qual for o caso, a maior parte das mulheres hoje em dia gostam é dos agressores, portanto nada a fazer quanto a isso
Sem imagem de perfil

De Mulher de Lampião a 09.08.2010 às 00:18

Levar por levar prefiro levar de um portista. Sempre são mais giros que os grunhos dos lampiões...

De Anónimo a 30.12.2012 às 12:22

Comentar post



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog