Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Os convictos

por Henrique Monteiro, em 21.01.15

convictos1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De SantosDaCasa a 21.01.2015 às 09:17

Na Mouche!
Sem imagem de perfil

De MÁRIO JOÃO CASTRO a 21.01.2015 às 09:23

Enquanto houver papel
e lápis para escrever
o retrato mais fiel
só Henrique sabe "dizer"!

PARABÉNS Henrique Monteiro, pelos magníficos contributos !O Henricartoon é um viveiro de criatividade!...os cães ladram e a caravana passa...

OBRIGADO!!!


Um Abraço
MÁRIO JOÃO CASTRO
Sem imagem de perfil

De Pieidge a 21.01.2015 às 11:29

Muita gente dizia, que Manuel Alegre, foi um traidor á Pátria, que através da rádio em Argel onde fazia emissões, dizia as coordenadas dos nossos soldados, para serem mortos. Nunca ninguém o julgou na altura, não o meteram em tribunal na altura, e ficaram a espalhar estas palavras ao longo destes anos, já suando a boatos ou a rumores. A verdade, é que Manuel Alegre, chegou a comandar tropas em África (não me lembro em que país), e o registo militar dele, está limpo, aliás ele recusou-se a candidatar á Presidência da República, sem tornar público e colocar na internet o seu registo militar. O seu registo está limpo. Agora ao fim destes anos todos, é que decidiram pôr o Manuel Alegre em tribunal. Eu só espero que se for verdade, tenham mesmo provas para o condenarem, além do mais, não esquecer que quem o pôs em tribunal agora, são os fascistas do PNR. Manuel Alegre, cometeu naquela altura uma coisa que era proibida a todos os portugueses, emigrar para França. Certamente alguém na vossa família já o fez, e ele fez porque precisou de fugir do governo da época, e não porque fosse um desertor. Curiosamente, a maioria das cassetes do programa de Argel, estão na Torre do Tombo, e como poderão comprovar, em nenhum programa ele indicou onde estavam os soldados portugueses. Já Cavaco Silva, foi encontrada uma ficha dele de inscrição na PIDE, sim o nosso actual chefe da Nação foi um PIDE, que recusou dar uma pensão por altos serviços prestados ao país, a Salgueiro Maia, e três anos depois ofereceu a mesma pensão a 2 PIDES. António Augusto Bernardo e Óscar Cardoso. Bernardo foi o último chefe da delegação da DGS em Cabo Verde, enquanto Cardoso foi um dos pides que se entrincheiraram na sede da rua António Maria Cardoso e que fizeram fogo sobre uma pequena multidão, tendo causado os únicos quatro mortos da revolução. Existem muitos documentos de Cavaco Silva na internet, o suficiente para ele ir a julgamento, o mesmo se passa com Passos Coelho e acho que a disponibilidade destes documentos na internet, não é do conhecimento deles os 2, nem da comunicação social. Já Mário Soares, pelos vistos foi e é um grande traidor á Pátria, mas infelizmente não há provas disso, pelo menos na internet.
Sem imagem de perfil

De SantosDaCasa a 21.01.2015 às 12:37

Como explica, então, que em 1985 e até 1995, Cavaco tenha tapado um "buraco" com o país a deslizar para bancarrota, ao mesmo tempo que o nosso (para mim, não) "querido líder" Soares tenha minado o trabalho daquele senhor, ao mesmo tempo que iniciava a abertura (lembra-se ainda, dos Estados Gerais?) do grande buraco - em lamaçal guterrista edificado... - e em que hoje ainda nos encontramos? As memórias estão a ficar muito voláteis; demasiado voláteis. Para muitos, a mensagem evaporizou-se no dia seguinte... Ou está esquecida com acções do Boko Haram, nos massacres da Nigéria, das crianças soldado para ataques suicidas, da lapidação de mulheres... Nunca concordei com a segunda candidatura de Cavaco e, pelo que se vê, teria ficado melhor na fotografia... mas, há tanto português anónimo que, pelo seu trabalho honesto e impostos em dia, merecia um pouco do que se gasta em fundações e PPPs... Só espero que se lembrem que, afinal, as SCUTS não se pagaram a elas próprias... Enfim, filósofos!
Sem imagem de perfil

De José das Coubes a 21.01.2015 às 15:52

A memória dos portugueses é todos os dias manipulada pelos jornais controlados pelos soaristas e afins ( basta pensar no expresso)
Sem imagem de perfil

De Daniel a 22.01.2015 às 14:22

Não confunda "Guterrismo" com a fuga de investimento e interesse em Portugal após o discurso de (e da) "Tanga" do nosso querido "cherne"... Ou do plano de contenção de despesas públicas, que devido ao facto de o governo de Guterres ser um governo minoritário (em ambas as legislaturas) tinha de negociar com a oposição, e do qual o PSD fez barreira a isso, levando a que por diversas vezes Guterres tenha ameaçado demitir-se. Mesmo quanto à forma (e conteúdo) de actuação de Durão Barroso, Júdice (ainda PSD na altura) foi bastante crítico a Durão Barroso e foi uma grande oposição a este internamente, levando mesmo a que se desfiliasse do PSD em 2006. Quer culpas? Vá as buscar aos dois lados, mas não se esqueça da fuga de capitais e investimento com Barroso, ou o trabalho feito para incentivar as exportações após esse (des)governo PSD.
Sem imagem de perfil

De SantosDaCasa a 25.01.2015 às 21:38

Não tenho nenhuma confusão ou dúvidas sobre o Guterrismo... Mas, acreditava mesmo no "plano de contenção de despesas públicas..." ???
Ameaçou demitir-se? Esteve sempre demitido...
Brincamos?
Sem imagem de perfil

De LC a 21.01.2015 às 11:52

Como duas faces da mesma moeda, de costas uma para a outra mas o interesse é comum.

Sem imagem de perfil

De Jose das coubes a 21.01.2015 às 15:49

Não querendo defender nenhum politico, só digo que pelo menos o Cavaco, não tem duas fundações (uma em nome dele outra em nome da mulher) para explorar os portugueses até ao tutano.
Sem imagem de perfil

De balhufas a 21.01.2015 às 20:41

Fundações acho que não mas tem 15% da controlinveste (em nome da filha) mais parte do negocio do pavilhão atlantico (em nome do genro) ou já se esqueceram do negocio das acções?? enfim são todos farinha do mesmo saco.
Boas noites
Sem imagem de perfil

De pieidge a 21.01.2015 às 18:24

Eu escrevi:
"Já Mário Soares, pelos vistos foi e é um grande traidor á Pátria, mas infelizmente não há provas disso, pelo menos na internet."
Claro que Cavaco foi bom a pagar dívidas, Guterres a fazê-las, e mais, Guterres foi bom a criar esta falta de médicos e o excesso de professores que temos no desemprego. As médias de 20 para medicina, não aumentaram por mérito do último candidato a entrar para medicina para a universidade, mas sim foram decretadas por um dos governos de António Guterres. No entanto, eu não me lembro muito bem desses tempos, pois só nasci em 1989. Ainda assim, e apesar de um crescimento de 10 % ao ano, dizem que o Cavaco foi um dos responsáveis, pelo desmantelamento da nossa agricultura, das nossas pescas e da nossa indústria. Só para citar um exemplo, nos vídeos do youtube dos antigos jipes da UMM (União Metalomecânica de Mangualde), não há um único comentário que não diga que um dos responsáveis pelo fecho da fábrica, tenha sido Cavaco Silva. É obvio que o Soares, saca dinheiro aos contribuintes, com a sua fundação, mas também não o defendi, nem diabolizei o Cavaco Silva.
Sem imagem de perfil

De SantosDaCasa a 21.01.2015 às 19:43

O seu, a seu dono...
Quanto à falta de médicos, desmérito para as notas de 20 valores de medicina e outras variantes pelas universidades privadas... bem como (e de que maneira) o excesso de professores, nem imagina como tem razão e de como anda, ainda, tanta gente "tapadinha"... desculpe o termo! Quanto à agricultura, ao agricultores portugueses, quiseram subsídios; se ameaçava chover, viam se chovia ou não, depois, sairiam ou não, se não chovesse... Os espanhóis, franceses e italianos, vestiam os fatos de chuva e iam trabalhar; depois, logo se via se regressavam a casa ou não... UMM? Naquela época, com a modernização que conheci, eram as marcas que decidiam onde e quando investir. Onde lhe eram favoráveis as leis do trabalho e onde era maios barata a mão de obra não qualificada (a mais numerosa)? Interessava reconverter linhas antiquíssimas em Portugal? Já se sabia que caminhavam para a Macatrónica e Rubótica ... Algum primeiro ministro tinha garantias e algum país aguentava com tanta oferta de regalias, facilidades e facilidades fiscais. Cavaco, jamais escravizaria portugueses na própria terra! é como os comboios do interior de bitola métrica.... As mercadorias e pessoas andam à velocidade de 40 anos ??? TGV? Sabe que um comboio desses, entre Porto e Coimbra, depois de atingir a velocidade máxima, passados 10 minutos, teria que começar a travar? para encurtar o tempo actual em menos de 20 minutos entre Lisboa e Porto? Cavaco, fez uma única PPP... Era um "unhas de fome" para as finanças públicas...Que demitiu um bom ministro (em Braga era ministro, ao sair de Braga, já não era ministro) só por ter contado uma anedota (por acaso mal contada mas, não devia contar....) com as câmaras de televisão ligadas? Sabe quem eram e o que faziam, os responsáveis pelo buzinão da ponte e que mais contribuiu para a perda de uma terceira maioria (ganhou mas sem maioria...) do 3º mandato de Cavaco? Como teve a amabilidade de (re)comentar, não o maço mais e com amizade lhe sugiro que não acredite de imediato em tudo o que lhe contam, ouve, ou vê, mesmo documentado em vídeos... Um bom futuro para si!
Sem imagem de perfil

De Hugo Martins a 21.01.2015 às 22:47

Ahahahah muito bom.
Imagem de perfil

De Piegas Lixado a 22.01.2015 às 06:29

Um, grita por liberdade tributaria (impostos) outro, grita por democracia bancaria,..€ oh riacho no domingo vão gritar o canto para evora aos convictos,..oh caneco,..ppphhh@da-se o socrinhas ainda vai virar santo ehehe
Sem imagem de perfil

De pieidge a 22.01.2015 às 15:37

"UMM? Naquela época, com a modernização que conheci, eram as marcas que decidiam onde e quando investir. Onde lhe eram favoráveis as leis do trabalho e onde era maios barata a mão de obra não qualificada (a mais numerosa)? Interessava reconverter linhas antiquíssimas em Portugal? Já se sabia que caminhavam para a Macatrónica e Rubótica ... Algum primeiro ministro tinha garantias e algum país aguentava com tanta oferta de regalias, facilidades e facilidades fiscais. Cavaco, jamais escravizaria portugueses na própria terra!"
Não percebi, então quem trabalha em fábricas de automóveis, é escravo? Os franceses ou alemães, nas suas marcas de origem são escravos, recorrendo á mão-de-obra local? Quem trabalha na Autoeuropa é escravo? Sendo que essa empresa entrou cá em Portugal, pelas mãos de um governo de Cavaco Silva. A mesma pergunta deixo no ar, para as outras empresas de automóveis estrangeiras, que trabalham cá em Portugal, como: a Mitsubishi do Tramagal, a PSA de Mangualde, a Salvador Caetano do Porto, e salvo erro a Renault em Porto de Mós e a Opel ali para os lados de Pêro Pinheiro. É verdade que os UMM não tinham muita electrónica, mas se for possível, gostaria que me explicasse a pergunta que você escreveu:
- Interessava reconverter linhas antiquíssimas em Portugal?

Comentar post



Publicidade


No facebook





Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015