Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





À boleia

por Henrique Monteiro, em 06.02.15

melhor1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Sem imagem de perfil

De SantosDaCasa a 06.02.2015 às 09:08

Em cheio! Boleia a não ... aceitar! dassssss....
Sem imagem de perfil

De MÁRIO JOÃO CASTRO a 06.02.2015 às 10:19

Mesmo grego ninguém o pisa
este povo sabe o que quer
pedrito das histórias avisa
há cá um da bela mulher!

Assustado fica o zezinho
já não sabe quem escolher
e se vão pró xadrezinho
são heróis a acolher !

Fugir daqui está na moda
assim se baixam as taxas
"eles" sabem bem da poda
ficam os da cunha e das graxas!
Sem imagem de perfil

De Xavier a 06.02.2015 às 10:39

Ja dizia o coelho: "emigrem!"

E o pessoal assim o fez... Depois queixam-se de que por os jovens terem emigrado, que a população está muito velha e nao há imposto cobrado para pagar a caixa de aposentações e etc..


E mais, hoje em dia, são as familias mais desfavorecidas que tem mais filhos, nunca os conseguindo educar de igual modo geralmente como uma familia com um ou dois filhos, com o sistema de ensino publico completamente retalhado por reformas, que tipo de adultos aparecerão de futuro?

Gentes ignorantes e incultas sem pensamento critico? ou auto-didactas que acordaram de uma vida de escravidao salarial com vontade de mudar o paradigma social?

Gostaria de estar cá daqui a uns 50-100 anos para acompanhar a evolução, perdao... o caminho deste Portugal e da mentalidade tão sua e unica.
Imagem de perfil

De toxefaltadoparafuso a 06.02.2015 às 17:03

Este primeiro ministro está na santa ignorância p´ró que é ser-se imigrante mas se-calhar já deve ter "alguma mala direccionada ou, melhor, está mais interessado nos seus vinténs,..pois como dizia ser-se homem de sete oficio, não vale nem para contar galinhas com Salgado p´ro regime palitar mas, cavá-las nada? vão.nas papando os inglêses, pois,..
Sem imagem de perfil

De Zé Nabo a 06.02.2015 às 17:52

Zé não precisas ir para a Grécia para votar no syriza, cá ou em qualquer parte do mundo há sempre um syriza. Mas o zé é politicamente teimoso e casmurro, não gosta de mudanças e irá com certeza manter tudo mais ou menos como está. Tocar nos assuntos importantes ($$$) de alguns pode ser pecado, e Deus não gosta que seus "rebanhos" se portem menos bem!!!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2015 às 19:37

Cada vez mais pequenino assim vai este País,..
Bom, já que o sem nome " comunista" não entra, então,entra o "parte Portas golden-chek-mat-reformista que assim que os bloquistas andam parabolizes p´ró caneco mais o zyriza ( você é um politico safado ! Safado é você que votou em mim !)e, depois vem o Lima dizer que não fica nada surpreendido quanto ao crescimento do pib ser de mais um menos um, o tal défice comercializar num orçamento já a precisar de reivindicativos que, digamos assim, o novo banco veio mesmo a calhar para esta cadeia de sustento do desgoverno se ir aguentando ou, não fosse o fomento fomentado por outra união sustentada pelo ex-executivo bancário de Draguy,..sim, esse vice do BCE a quem nunca tal despertou tal desconfiança em o porquê de se esquecer do recibo de ordenado de sua ex; o presidente de todas as instituições livres e democráticas em Potugal.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2015 às 19:52

Portugal está emperrado por causa do R´s de reprovado, caranba,..
Sem imagem de perfil

De LIVREmente a 08.02.2015 às 05:34

O equivalente ao Syriza em Portugal chama-se Livre. (Agora também incluíndo o Tempo de Avançar, bem como a Política XXI).

Nem são do centro nem da extrema. São de esquerda, com propostas concretas, alternativas moderadas e com sentido apoiadas por economistas de renome de todo o mundo, trabalho feito (só o Rui Tavares sozinho faz mais no parlamento europeu que os deputados do "centrão" todos juntos), e acima de tudo, o que os separa mais do BE e PCP e mais os aproxima do Syriza, não querem protestar e sim governar, com pragmatismo suficiente para uma aliança que lhes dê maioria.

Por isso, comcomo o povo grego o demonstrou, a democracia só funciona quando enfrentamos as amarras do conformismo e passamos a votar LIVREmente !!!

Portugal já tem superavit (às custas do nosso sofrimento). Está na hora de pagar a dívida ao ritmo do crescimento, de modo a não ter um défice causado pela agiotagem do serviço de dívida que sem essa restruturação (de prazos e juros) é impagável e aliás está a aumentar.

2 milhões de pobres num país com 10 milhões de pessoas... BASTA !! É Tempo de Avançar !!!
Sem imagem de perfil

De MÁRIO JOÃO CASTRO a 08.02.2015 às 16:06

Livres mas conscientes
conhecedores da realidade
verdadeiros resistentes
da luta pela VERDADE!

Avessos a corrupções
inimigos de agiotas
nas próximas eleições
és LIVRE quando votas!
Sem imagem de perfil

De João a 15.02.2015 às 12:24

Explique-me então algumas coisas:

1) Porque é que rui tavares apoiava o partido grego Dimar antes da recente ascensão do Syriza? (http://ruitavares.net/textos/ha-uma-nova-esquerda-2/)

2) Pq é que o Livre defende uma coligação com o PS, qd a rejeição de uma coligação desse tipo é uma das características principais do Syriza?

3) Porque é que o Livre se identifica mais com o partido europeu dos verdes, enquanto que Syriza e Bloco de Esquerda estão no partido da Esquerda Europeia e o PCP no respetivo grupo parlamentar?

4) Pq é que o Syriza diz claramente que se identifica com Bloco de Esquerda? (https://www.youtube.com/watch?v=BYaCtezU674)

5) Pq é que já vimos tantos momentos que Alexis Tsipras e Marisa Matias estiveram juntos?

Mas pronto, se calhar eu estou errado e saberá mais sobre o Syriza do que os próprios membros do Syriza...
Sem imagem de perfil

De rtr a 14.02.2015 às 12:02

Viva a todos,

em Portugal toda e gente fala, mas fazer a diferença isso fica para a próxima geração, ou não? Será só um problema de geração? Creio que não, é um problema hereditário, infelizmente!
Já chega de comentários/críticas balofo(a)s do qual me incluo, passemos à ação!
Se o povo ou classes não concodam, não chega descer a avenida da Liberdade, com um farnel e umas bandeiras e cartazes a roçar o ridículo.Os politícos já sabem disso e contam sempre com o nosso conformismo. Há que agir com decisões firmes e eficazes!

Por exemplo, não se gosta do ensino?
Simples, digam ao ministério, ou mudam ou a gente educa os filhos em casa, com tanta gente no desemprego, haverá aguêm em casa para esse trabalho. Por tempo indeterminado!

O preço do combustível, aumentou novamente? Simples, estejam 2 meses ou mais, sem abastecer veículos ,ou, vão abastecer a Espanha, mais barato de certeza !

Não concordam? Não! Ok, então por amor da Santa, não se queixem, e já chega de Sebastianismos!

Satura, ouvir tanta gente a queixar-se e não move uma palha para mudar!
Sempre à espera que alguém faça!

O mais grave, isto acontece em todos os setores da nossa sociedade, em casa, no trabalho,etc... Irra!

Que povo tão acomodado!Foi preciso o exército para sair da ditadura, senão ainda lá estávamos. O povo ficou em casa, como sempre, sereno e ordeiro.

Porra, há que dar um murro na mesa! E de vez!

Já chega de lamúrias.

Comentar post



Publicidade


No facebook





Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015