Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Luz ao fundo do túnel

por Henrique Monteiro, em 18.10.11

Publicado em SAPO Notícias

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel Loureiro a 18.10.2011 às 10:56

É mesmo isso, mesmo que o digam deeevaaagaaar...
Vou publicar à 1H00. Obrigado e parabéns pela síntese.
Sem imagem de perfil

De Duarte a 18.10.2011 às 11:51


Ó Henrique, eu pensei que era a luz da reserva!

Sem imagem de perfil

De Alexandre Kulcinskaia a 18.10.2011 às 11:58

Mas o cartoon está real.
É que o Zé Povinho está em apertos mas mesmo assim anda de jipe para acelerar quando vir a luz ao fundo do túnel. Luz essa que viu porque tem o belo do GPS que também não é barato.
Neste país os cínicos não são só os políticos.
Sem imagem de perfil

De Agora já vejo a luz!!! a 18.10.2011 às 13:45

Obrigado, Kulcikjsginskkaia.

Finalmente alguém que realmente sabe como sair da crise!

Basta vender o jipe e o belo do GPS.

Aleluia, aleluia, agora já vejo a luz!!! O senhor abençoe o Kulcikjsginskkaia!!!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Kulcinskaia a 18.10.2011 às 23:49

Se eu tivesse 1 cêntimo por cada "humorista" que escreve mal o meu nome quem não sentia a crise era eu.
Espero que a luz que vê seja de lâmpada economizadora por causa do aumento da electricidade.
Não o tomo por ignorante, embora pelos vistos ignore que o copy/paste também serve para os nomes, mas gostava de lhe esclarecer que embora a venda do jipe e do gps não não sejam parte da solução, o pedido de empréstimo ao banco para a compra dos mesmos é grande parte do problema.
Se não perceber isso lamento por si mas lamento muito mais por mim que vivo numa sociedade na bancarrota, exactamente porque como o Sr. existem outros tantos.
Sem imagem de perfil

De Agora já vejo a luz!!! a 19.10.2011 às 18:57

Caro Kulcikjsginskkaia, não o tomo por ignorante, mas se não percebeu que eu estava a brincar com o seu nome talvez seja isso mesmo que você é!

A luz a que eu me referia era a da sua sabedoria imensa, pelo menos no que toca à resolução dos problemas nacionais.

O pedido de empréstimo ao banco, seja para comprar casa, carro, gps ou o que cada um bem entender que quer comprar, não seria problema se as pessoas tivessem EMPREGO, coisa que acontecia há 10 ou 20 anos atrás.

Tenho pena que "iluminados" como você, que mais parece que têm é inveja daquilo que o vizinho compra, não percebam que o verdadeiro problema deste e de todos os países ocidentais é estarmos a competir com países onde a mão de obra é baratíssima e que os nossos políticos não fazem nada para manter os postos de trabalho cá e permitam que cada vez mais empresas deslocalizem a sua produção para as chamadas economias "emergentes".

Lembre-se desta conversa quando, para o ano, as empresas ligadas ao sector automóvel mandarem para o desemprego mais alguns milhares de pessoas devido à enorme quebra de vendas que já se adivinha, fruto de mais impostos e roubo nos ordenados!

Quando formos todos pobres e não pudermos comprar nada, como os chineses ou essa malta do norte de África ou da América latina, então nessa altura você talvez fique mais contente com o estado do país!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Kulcinskaia a 20.10.2011 às 10:21

Em relação ao chamar-me ignorante nem vou perder tempo a contraria-lo porque admito que há de facto matérias em que o sou, e pelos vistos a comédia é uma delas porque, perdoe-me, mas não achei grande piada à sua brincadeira no engano do meu nome.
Não é por mal, acredite, mas o motivo pode ser por, como já disse, essa brincadeira não ser já novidade para mim ou então poderá por ser também por eu só achar piada a coisas que a têm, realmente.

Em relação ao que diz em relação aos empregos...
Peço desculpa mas está a entrar por uma via completamente demagógica.
É que o desemprego é uma consequência da crise em que nos encontramos, não o causador.
Admito que seja preciso criar empregos mas de que adianta criá-los se mais tarde ou mais cedo são para extinguir uma vez que não há estrutura económica para os manter?
Os portugueses habituaram-se a viver muito acima das suas possibilidades e para o fazer endividaram-se, e com portugueses refiro-me a todo o Estado, Estado esse em que estamos inseridos.
Um fraco hábito dos portugueses é ,desculpe-me a expressão, sacudir a água do capote e tentar encontrar culpados para a sua situação, sejam eles quem forem. Neste caso a culpa parece ser "dos chineses ou dessa malta do norte de África ou da América Latina", mas o que também é verdade é que esses países não existem no globo só para prejudicar Portugal.
Se países nórdicos, e outros como a Alemanha, a França, a Suiça e o Canadá, por exemplo, têm capacidade para contrariar as ofertas de mão de obra barata dos países que mencionou porque não o faz também Portugal?
Não o faz porque não tem interesse, dá muito trabalho, o que interessa é sair da crise para se ter a ilusão de que se tem poder económico para que nos possamos endividar ainda mais.
Sem imagem de perfil

De Agora já vejo a luz!!! a 21.10.2011 às 01:06

Ó meu amigo Kulcikjsginskkaia, mas você vive em que outro planeta do sistema solar?

É que na Terra não deve viver, de certeza!

Realmente com um nome desses você deve ser mesmo marciano, daqueles verdes e tudo!

Desculpe lá, mas você tem antenas como os ETs da banda desenhada?

É que se tiver aconselho que as sintonize para os telejornais das oito para ver se consegue perceber que esta não é uma crise exclusiva da Grécia ou de Portugal ou de qualquer outro desses países que essa malta do norte da Europa gosta de chamar de "preguiçosos".

Nós fomos os primeiros a levar a bordoada porque isto começa sempre por algum lado e como andamos sempre na cauda da Europa apenas fomos os primeiros a apanhar. Os outros vêm a seguir e não tarda muito!

Se você quer dar exemplos de países veja primeiro o caso da Dinamarca que abandonou o Acordo de Schengen e já controla as fronteiras novamente.

Se isto continuar assim sabe como é que isso vai ser recordado? Como o primeiro passo para o fim da UE!

Quando você diz que o desemprego é uma consequência da crise dá para perceber que você não faz a mínima ideia do que se passou na última década em Portugal.

Desemprego já nós temos desde que o Guterres saiu do governo ou já se esqueceu do célebre "discurso da tanga" do cherne que o sucedeu no governo e agora está bem alapado na UE a fazer uns discursos muito vigorosos para fazer de conta que faz alguma coisa???

Só que enquanto a crise não chegou a todos, enquanto o desemprego só batia à porta dos que não tinham qualificações e trabalhavam em fábricas que fechavam para irem para Marrocos ou para a Tunísia ou para o raio que os parta, ninguém se ralou com isso!

Mas agora que já afecta todos, mesmo os que têm "canudo", já dizem que a culpa do desemprego é da crise!

Quando eu digo que é preciso criar empregos refiro-me, obviamente, a criar estruturas para que o emprego se mantenha e seja sustentável (pensei que não era preciso explicar isto, mas pelos visto é!), e não me parece que seja a eliminar taxas de importação que isso se consegue!

http://aeiou.exameinformatica.pt/precos-de-lcd-vao-descer-a-partir-de-junho=f1008332

http://aeiou.exameinformatica.pt/televisores-philips-vao-passar-a-ser-fabricados-na-asia=f1009297

Agora lembre-se disto, quando ouvir, muito em breve, a notícia que a Philips despediu mais umas centenas de pessoas!

Isto se ainda tiver as antenas sintonizadas!
Sem imagem de perfil

De mi a 18.10.2011 às 12:33

Os seus trabalhos costumam ser premonitórios? Quem dera vou dizer ao motorista para abandonar a viatura.
Sem imagem de perfil

De u mad a 18.10.2011 às 14:44

Cartoon perfeito

Comentar post



Publicidade


No facebook





Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015