Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Recrutamento Queiroziano

por Henrique Monteiro, em 24.03.10

Publicado em SAPO Desporto

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Sem imagem de perfil

De zé-ninguém a 24.03.2010 às 16:03

Muita gente considera estas naturalizações normais, comparando-as a outras tantas selecções.

Não.

Uma coisa é um cidadão de outra nacionalidade transferir-se para um novo país ainda jovem e permanecer aí para o resto da sua vida, acabando por se identificar com esse país e querer obter essa nacionalidade.

Outra coisa é não conseguir representar a sua selecção, nestes casos a brasileira, e daí querer projectar-se no futebol através duma selecção secundária, neste caso a de Portugal! Enfim... só contribui para a perda de paixão dos adeptos pela sua selecção, pelo menos no meu caso.
Sem imagem de perfil

De André a 24.03.2010 às 18:40

Há brasileiros espalhados por todas as selecções do mundo. Incluindo espanha, alemanha, croácia, japao. E por aí fora. Nao, nao é so em portugal. abraço

PS: Obikwelu no atletismo (uau). Selecção de rugby é so argentinos. Futsal tambem temos brasileiros.

Como vê, nao é preciso tar smp a bater no ceguinho (selecção nacional de futebol) porque afinal de contas "eles andem aí" ;)
Sem imagem de perfil

De Peix'Agulha a 24.03.2010 às 19:32

Eu concordo com o zé, isto assim não pode ser...
Estas naturalizações deviam excepções pontuais, não o que está a acontecer agora: vai-se "comprar portugueses" ao Brasil com a justificação de que não há talento desportivo em Portugal.
Estas comprinhas podem render boas exibições e muitos golos mas contribuirão certamente para o distanciamento entre as equipas que representam o país e os verdadeiros portugueses adeptos.

Saudações a todos
Parabéns Henrique
Sem imagem de perfil

De zé-ninguém a 24.03.2010 às 22:17

Caro André:

"Muita gente considera estas naturalizações normais, comparando-as a outras tantas selecções." --> Comecei logo por referir que não era só em Portugal.

E depois, não comentei acerca de outras modalidades, como o atletismo, rugby ou futsal, porque o cartoon tem como personagem Carlos Queirós, seleccionador de Portugal futebol de 11.

Abraço
Sem imagem de perfil

De André a 24.03.2010 às 23:51

Caro zé,

tudo bem, eu sei que não. Mas por isso mesmo falei eu de outras modalidades, na medida em que considero redutor crucificar o futebol em particular, esquecendo a conjuntura do desporto da actualidade no geral, so isso meu caro.

Uma coisa é, por principio, estar contra as naturalizaçoes (q eu so por acaso ate estou, mas isso nao importa, a opiniao individual de cada um, a meu ver. Nos somos só uns gatos pingados que praqui andam), outra coisa é se fossemos nós a estar no posto em causa (seleccionador) se estariamos cá com merdinhas (se me permitem) e nao convocariamos o unico ponta-de-lança de jeito que portugal tem, o unico 10 de jeito que tivemos depois de rui costa, e um dos centrais de topo que a europa tem. Quer dizer, eu sou contra os naturalizados, mas é no meu sofá lá em casa, descansado da vida. Quando se está num posto de alta responsabilidade e onde o objectivo é só um, e é ganhar, nao vejo como posso deixar um pepe, um deco ou um liedson de fora, quando posso usar estes recursos a meu favor, e, mais ainda, quando o resto do mundo anda a fazê-lo.

Veja la bem que um brasileiro ja teve direito a ser campeao europeu e tudo. Ouvi dizer que um gajo chamado Marcos Senna foi campeao pela espanha, mas nao sei, se calhar estou enganado!

Só acho é que se faz uma grande tempestade num copo de água. Cai o carmo e a trindade quando um gajo q nem é portuga, como o Pepe, joga fora de posiçao (a trinco) mas depois ha outros, caprichosos, q nao tao para isso (m. veloso a defesa esquerda). Isto sim, sao as grandes questoes, mas a malta curte é dizer "ah e tal naturalizados nao". Lol, isso é a parte fácil. Até a minha avó com uma perna às costas disso isso meus amigos.

Grande abraço
Sem imagem de perfil

De zé-ninguém a 25.03.2010 às 01:16

Não se trata de "curtir ou não curtir" dizer «não» aos naturalizados.
Não se trata também de ser fácil ou difícil.
Trata-se apenas de exprimir uma opinião, respeitando as outras.
Sem imagem de perfil

De André a 25.03.2010 às 07:15

E respeito. A minha já está expressa. A sua também. Podemos ir para casa cada um com o seu caneco então, felizes e contentes.
Sem imagem de perfil

De André a 25.03.2010 às 07:19

PS: mas sem esquecer que só pegou no que quis, dado que os meus argumentos não se limitaram a "curtição" nem a "facilidades" ou falta delas. Mas como digo, cada um leva o seu caneco. Até uma próxima
Sem imagem de perfil

De zé-ninguém a 25.03.2010 às 12:09

Tranquilo amigo André :-)
Sem imagem de perfil

De Luís Maia a 25.03.2010 às 23:45

Esse argumento do Obikwelo é giro, até parece que o Sporting entra nas pistas com 1O nigerianos.

O Sporting tem um historial ímpar no atletismo. Nunca andámos à fuçanga a aproveitar um atleta fazer um bom resultado internacional para criar uma departamento desportivo à volta dele, para dar a ideia que é trabalho lampião.

Aconteceu assim com a Telma Monteiro e muito mais com a Vanessa Fernandes o judo e o triatlo passaram a ser importantes depois das vitórias delas

Agora chamam a essa coisa projecto olímpico quantos atletas olímpicos e campeões terão ?

Sem imagem de perfil

De a.melo a 24.03.2010 às 19:25

Isto é o que chama ter que ganhar títulos e medalhas sem a Prata da Casa.
Lembro-me nas modalidades "amadoras" Andebol, Basquetebol, Voleibol, Hóquei em Patins, e no Atletismo.
Lembro-me também nos Jogos Olímpicos a ânsia de ganhar medalhas a qualquer preço.
Sem imagem de perfil

De Peix'Agulha a 24.03.2010 às 19:43

Uma coisa que me espanta é o facto de o seleccionador nacional, Prof. Carlos Queiróz, homem experiente e vivido no futebol e do qual se esperava uma aposta nas camadas jovens das selecções nacionais de futebol de modo a rentabilizar o futebol português a médio-longo prazo, estar a aderir às naturalizações de jogadores agora que se diz não haver soluções para algumas posições na equipa.

As exibições não têem sido nada convincentes mas enveredar por este caminho não me parece a melhor opção. Não esperava isto dele, sinceramente.

E não é o facto de outras selecções como a Espanha e a Alemanha estarem a naturalizar jogadores que faz com que esta situação tenha o selo de aprovação de todas as outras.

Não concordo e penso que muitos pensam assim.

Saudações
Sem imagem de perfil

De Luís Maia a 24.03.2010 às 22:23


Eis uma coisa que pode muito bem acontecer devido a colaboração que os sul-americanos de lisboa e do porto dão ao futebol português.

ás vezes entram em campo sem nenhum português, mas babados de gozo

Comentar post



Publicidade


No facebook





Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015